Futsal Feminino

13 abril 2021, 12h08

Festejos do futsal feminino do Benfica

A equipa feminina de futsal do Benfica está a uma vitória do inédito Tetracampeonato, conquista que pode ser materializada já neste domingo (16h00), em caso de triunfo no reduto da Quinta dos Lombos, no jogo da 11.ª jornada da segunda fase de apuramento de campeão do Campeonato Nacional.

Lideradas por Pedro Henriques, as águias, com nove pontos de vantagem sobre o segundo classificado a quatro jornadas do fim da prova, trabalham para juntar o título nacional às recentes conquistas da Taça de Portugal de 2019/20 (5-0 ao GD Chaves) e da Taça da Liga de 2020/21 (4-2 ao Nun'Álvares).

Na atual temporada, este será o 3.º jogo entre Benfica e Quinta dos Lombos. Nos dois anteriores o conjunto benfiquista levou sempre a melhor: triunfou por 1-6 nos Lombos, na primeira fase – Zona Sul do Campeonato Nacional, e voltou a ganhar, mas por 12-1 na Luz, já na fase de apuramento de campeão.

Com um domínio total em termos nacionais, as encarnadas contam por vitórias os 17 jogos realizados no Campeonato, divididos em sete na primeira fase e 10 na segunda (que vão terminar com 14 partidas), e apontaram 127 golos (média de 7,5 por jogo), sendo que 58 foram obtidos na fase da Zona Sul e 69 no apuramento de campeão.

Raio-X do Quinta dos Lombos-Benfica

Para este registo, em muito ajudou o facto de o Benfica ter faturado em todos os 17 jogos realizados – e vencidos, claro –, alguns deles sob a forma de goleada. A jogar muitas vezes em modo rolo compressor, o futsal feminino do Benfica, por três ocasiões nesta época apontou mais de uma dezena de golos no jogo. A maior goleada, curiosamente, foi diante do próximo adversário: 12-1 à equipa Quinta dos Lombos, na Luz. Seguem-se o 11-0 à Venda da Luísa, também em casa, e 1-11 ao Povoense, fora de portas.

Mas não é só a capacidade ofensiva que merece ser enaltecida, a eficácia defensiva também. Com a melhor guarda-redes do mundo na baliza – Ana Catarina –, o Benfica é também a melhor defesa no compêndio das duas fases do Campeonato Nacional, com 17 tentos sofridos (média de um por desafio), sendo que cinco foram na primeira fase e 12 na fase de apuramento de campeão. É de destacar, ainda, o facto de as águias, em cinco partidas, terem conseguido manter a baliza inviolada (três jogos na primeira fase e dois no apuramento de campeão).

Se garantir três pontos já no domingo, o Benfica juntará este título nacional aos conquistados em 2016/17, 2017/18 e 2018/19, tornando-se Tetracampeão! Em 2019/20, recorde-se, o campeão não foi encontrado, dado que o Campeonato Nacional foi suspenso a meio devido à pandemia da COVID-19.

Janice

JANICE, A GOLEADORA DE SERVIÇO

A atravessar uma das melhores fases da carreira, a ala/pivô Janice é a melhor marcadora na fase de apuramento de campeão, com 17 golos apontados. Já havia sido na primeira fase – Zona Sul –, com 16, e é a artilheira da equipa no total: 33 remates certeiros.

O top 5 das goleadoras do Benfica em 2020/21 completa-se com Sara Ferreira, Fifó, Inês Fernandes e Raquel Santos.

Sara Ferreira é ala, enverga a camisola 10 e já apontou 20 golos, nove no apuramento de campeão e 11 na fase da Zona Sul. Bem de perto seguem Fifó (18 tentos) e Inês Fernandes (17), duas futsalistas que têm demonstrado maior apetência para o golo na altura decisiva do Campeonato Nacional, com 12 e 13 finalizações na fase de apuramento de campeão, respetivamente.

Raio-X do Quinta dos Lombos-Benfica

A lista de melhores marcadoras fecha com Raquel Santos. A ala abriu esta temporada com a veia goleadora afinada, apontando oito golos na primeira fase. Durante o apuramento de campeão, a camisola 20 fez dois golos, perfazendo uma dezena em todo o Campeonato.

Texto: Marco Rebelo
Fotos: Arquivo / SL Benfica
Última atualização: 13 de abril de 2021

Patrocinadores Futsal


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar