Futebol

16 janeiro 2021, 17h35

Cabeceamento de Tomás Araújo para o primeiro golo do Benfica B

RESUMO DO JOGO

O Benfica B esteve a vencer até ao final do tempo regulamentar, mas acabou por empatar neste sábado, no Benfica Campus, com a Académica – defesa menos batida desta II Liga – por 2-2, em jogo da 16.ª jornada da competição. 

Diante de um candidato à subida, entrou o Benfica B a assumir o comando da partida, num jogo que marcou o regresso de Gonçalo Ramos à equipa B. O melhor marcador da II Liga – com sete golos – não jogava desde a 4.ª jornada, diante do CD Mafra. No onze eleito pelo técnico Nélson Veríssimo, destaque ainda para a presença de três juniores: Tomás Araújo, Henrique Araújo e Paulo Bernardo.

Aos 9', primeiro lance de perigo da tarde… Svilar foi chamado a intervir e respondeu com uma excelente defesa ao remate de Fábio Vianna.

A atingir a primeira meia hora de jogo (27'), estreia de Tomás Araújo a marcar na II Liga. Pontapé de canto cobrado por Tiago Araújo, com o camisola 72 do Benfica B a saltar mais que toda a gente e a cabecear para o canto da baliza de Mika (1-0). Uma vantagem mínima que duraria até ao intervalo

Tomás Araújo Golo

Entrou melhor a Académica no segundo tempo, mais agressiva, a encurtar os espaços. A formação de Rui Borges esteve perto do empate aos 52', mas, no frente a frente com Mile Svilar, em plena pequena área do Benfica B, Bouldini foi travado pelo guardião encarnado.

Respondeu o Benfica B e, com mais um lance de bola parada, aos 70', mais uma situação perigosa. Canto batido por Paulo Bernardo, com Gonçalo Ramos a tentar cabecear, mas a bola acabou por acertar no ombro do camisola 88 e sair ao lado da baliza de Mika.

E, ao oitavo remate, o golo da Académica, em mais um lance de bola parada. Svilar fez falta sobre Sanca e o árbitro Dinis Gorjão apontou para o castigo máximo. Na conversão, Guima atirou para o empate (1-1).

Paulo Bernardo

Na rápida resposta do Benfica B, Paulo Bernardo cobrou o livre, Gonçalo Ramos cabeceou e Pedro Ganchas encostou para nova vantagem encarnada (2-1)

Atingidos os 90 minutos, e com mais dois concedidos pelo árbitro para se jogar, a Académica chegava ao empate. Em cima da baliza encarnada, Bouldini aproveitou um momento de desconcentração da formação do Benfica B e atirou para o 2-2 final.

Na 17.ª jornada, a última da 1.ª volta, o conjunto orientado por Nélson Veríssimo desloca-se ao Estádio Municipal Dr. Jorge Sampaio para encontrar o FC Porto B. O clássico está marcado para as 15h00 do próximo dia 25 (segunda-feira).

Nélson Veríssimo

DECLARAÇÕES

Nélson Veríssimo (treinador do Benfica B): "É um empate que sabe a derrota. Os nossos jogadores estão extremamente aborrecidos, e com razão. Apesar de serem novos, têm um sentimento de pertença, de equipa e sabem que estão num clube que joga sempre para ganhar. Infelizmente, não conseguimos, mas acho que, tendo em conta os jogos desde a Oliveirense, a equipa está com uma mentalidade competitiva muito forte. Jogámos frente a uma equipa candidata, no final do Campeonato, a estar nos lugares de subida à Primeira Liga. Demos uma excelente resposta. Houve momentos em que estivemos por cima, noutros, o jogo foi dividido, mas estamos frustrados porque não era este o resultado que tínhamos em mente."

"O futuro vai ser risonho e a equipa tem margem para crescer"

"Faz parte do nosso crescimento enquanto equipa, transportar estas situações para o próximo jogo e tentar corrigir. Insatisfeitos pelo resultado, mas contentes pela entrega e pela qualidade do jogo. A perspetiva é lutar sempre pelos três pontos, apesar de sabermos que há jogos em que não vamos conseguir. Nos momentos em que sofrermos golo, temos de ir logo à procura do empate ou do golo que se traduza em vitória. Isso está na mentalidade deles. Não posso deixar de dar os parabéns aos jogadores. Em função dos últimos jogos, o futuro vai ser risonho e a equipa tem margem para crescer."

Tomás Araújo (jogador do Benfica B): "Em relação ao golo fica um pouco de sabor amargo. Fizemos tudo para ganhar o jogo. Dominámos na primeira parte, o meu golo permitiu à equipa ganhar mais confiança, e até podíamos ter feito o segundo. Na segunda parte tentámos dominar o jogo, mas a Académica, fruto dos jogadores de qualidade e por ser uma equipa que luta para subir, equilibrou, chegou ao empate. Marcámos o segundo golo e sofremos o empate ao cair do pano. Temos de trabalhar. Sentimos que a equipa está a crescer e temos de trabalhar. O míster, quando agarrou na equipa, disse para termos mentalidade competitiva. Estamos a incutir isso no nosso jogo e sentimo-nos mais fortes a cada semana."

Tiago Gouveia

Benfica B-Académica, 2-2

FICHA  
Local Campo n.º 1, Benfica Campus
Onze do Benfica B Svilar, João Ferreira, Tomás Araújo, Morato, Pedro Ganchas, Diogo Mendes (C), Paulo Bernardo, Tiago Gouveia, Tiago Araújo (63' Gerson Sousa), Henrique Araújo (80' Rafael Brito) e Gonçalo Ramos (90'+2' Luís Lopes)
Suplentes Leo Kokubo, Luís Lopes (90'+2'), Gerson Sousa (63'), Ronaldo Camará, Fábio Baptista, Rafael Brito (80'), Filipe Cruz, Tomás Azevedo e Gonçalo Loureiro
Boletim clínico Diogo Capitão (status pós-cirúrgico ligamentoplastia do cruzado anterior no joelho esquerdo); Jair Tavares (lesão muscular na coxa direita); Godfried Frimpong (lesão muscular na coxa esquerda); Branimir Kalaica (lesão muscular na coxa esquerda); Pedro Álvaro (lesão muscular na coxa direita); Daniel Dos Anjos (miocardite aguda pós-infeção por COVID19); Samuel Pedro (infetado com COVID-19) e Ilija Vukotic (em isolamento profilático)
Ao intervalo 1-0
Golos do Benfica B Tomás Araújo (27') e Pedro Ganchas (74')

Texto: Filipa Fernandes Garcia
Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica
Última atualização: 16 de janeiro de 2021

Patrocinadores principais do Futebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar