17 de outubro de 2020, 17h13

Voo da águia imperial abafou rugido do leão

Voleibol

Triunfo contundente do Sport Lisboa e Benfica na 7.ª jornada do Campeonato Nacional de voleibol.

RESUMO DO JOGO

Sólida exibição, supremacia evidente! Depois de um dérbi intenso nas meias-finais da Supertaça 2020, a equipa de voleibol do Benfica voltou a vencer (1-3) o eterno rival Sporting, desta feita a contar para a 7.ª jornada do Campeonato Nacional.

A entrada dos verdes e brancos na partida foi mais intensa. O Sporting estava mais forte junto à rede, mais concretamente no bloco, contudo, as águias não baixavam os braços e tentavam correr atrás do resultado (13-10). 

As pausas técnicas pedidas por Marcel Matz fizeram bem aos encarnados que partiram assim para uma recuperação fantástica no marcador. O voleibol do Benfica apareceu e fez-se notar. No fim do 1.º set: 24-26.

Sporting Benfica Campeonato Voleibol

A entrada do Clube da Luz foi mais sólida no 2.º set. Os índices de concentração elevaram-se, as jogadas resultavam como planeado e isso espelhava-se no resultado (13-16). A superioridade encarnada era evidente e a forma como Marc Honoré fecha o parcial é a prova viva disso. Um remate imparável! No fim do 2.º set: 18-25.

A resposta do Sporting apareceu no 3.º set. Miguel Maia tentava, com a sua experiência, transmitir calma aos intervenientes e a estratégia acabou por surtir efeito. O Benfica acompanhou, mas algumas distrações foram fatais. No fim do 3.º set: 25-18.

À medida que as águias iam avançando no marcador, a emoção era cada vez maior. Japa pedia os aplausos dos colegas que estavam no banco de suplentes e, a compasso, o Benfica marcava os seus pontos rumo à vitória. O rugido do leão não incomodou, em nada, a águia que continua na senda das vitórias. No fim do 4.º set: 15-25.

Sporting-Benfica, 1-3

FICHA  
Local Pavilhão João Rocha
Formação do Benfica Tiago Violas, Japa, Ivo Casas (L), Rapha, Marc Honoré, Peter Wohlfi e Hugo Gaspar
Suplentes Zelão, Nuno Pinheiro, Theo Lopes, André Lopes, Afonso Guerreiro, Miguel Sinfrónio, Bernardo Silva (L) e Flávio Soares
1.º set 24-26
2.º set 18-25
3.º set 25-18
4.º set 15-25

Texto: Diogo Nascimento

Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

PATROCINADORES MODALIDADES


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar