FUTEBOL

Futebol

A paixão do dérbi!

Uma viagem histórica pela paixão sentida nos dérbis entre Benfica e Sporting, conduzida pela BTV, mostrou as emoções sentidas por alguns dos protagonistas ao longo dos anos. Toni lembrou que se trata de "um dérbi eterno", Aimar, esse, recordou a paixão de marcar um golo e em André Almeida ainda hoje perdura o célebre grito em uníssono dos adeptos, em 2015, aos 71', em que na Catedral se ouviu: "Eu amo o Benfica! Eu amo o Benfica!". Gaitán, Rui Águas, Jonas, Calado, Veloso, Paulo Futre e no feminino pelas vozes de Pauleta e Nycole, todos eles sentiram e guardam esta paixão

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar